Por que evitar o glúten mesmo não sendo intolerante? Descubra os benefícios de evitar ou restringir o glúten do seu dia-a-dia!

Vamos iniciar explicando que o glúten é uma proteína presente no trigo, aveia, centeio, cevada e malte. Nas receitas, ele é o responsável por dar elasticidade às massas. Em geral, está presente em todos os alimentos que levam farinha de trigo em sua composição, como: macarrão, bolos, pães, massas. Mas também aparece na cerveja, em alguns chocolates, iogurtes e sobremesas. Mas por que evitar o glúten se você não possui nenhuma intolerância ou alergia?

Quando se restringe o glúten da alimentação é possível notar rapidamente alguns benefícios como diminuição da sensação de inchaço, redução na retenção de líquidos, redução de fadiga e aumento de energia.

Isso porque o glúten causa um processo inflamatório no organismo, que faz com que o corpo inicie a produção de anticorpos que afetam órgãos como intestinos, pele, articulações e cérebro, prejudicando o funcionamento de cada um deles. No intestino ele afeta a absorção correta de nutrientes e vitaminas, na pele pode provocar reações como acnes, bolhas e crostas, nas articulações ele pode causar a degeneração acelerada, nos ossos pode causar a perda de massa óssea e no cérebro causa confusão mental, falta de memória, processamento mental lento.

Muitos médicos defendem o tratamento de doenças apenas com a restrição do glúten na alimentação. Doenças como endometriose, artrite, osteoporose, compulsão alimentar, anemia, complicações cardiovasculares, diarreia crônica entre outras, podem ser tratadas com a retirada do glúten da alimentação.

E você? Já pensou em reduzir o consumo de glúten? Você sabia que todos os produtos Bianca Simões não contêm glúten?

compre aqui