Estimule a boa relação das crianças com os alimentos

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on pinterest
Estimule a boa relação das crianças com os alimentos

Muitas pessoas enfrentam dificuldades ao tentar introduzir as crianças em uma rotina de alimentação mais saudável. Realmente, é um processo que requer bastante paciência e dedicação, mas também muita criatividade. Por isso, trouxemos aqui algumas dicas para te ajudar a estimular as suas crianças a criarem uma boa relação com alimentos saudáveis.

Como estimular as crianças a consumirem alimentos saudáveis

  • Dê o exemplo – os pequenos se espelham muito nos pais para criar hábitos, então é essencial que você também siga uma rotina saudável. Consuma frutas, verduras e legumes diversos, e mostre que eles te fazem bem para que aprendam com você.
  • Estabeleça horários e um ambiente apropriado para as refeições crie uma rotina organizada, com horários e refeições apropriados para a idade da criança. É importante também que o ambiente seja tranquilo, sem interferência de televisões e celulares. Dessa forma, você evita que ela crie hábitos negativos que, muitas vezes, persistem até a vida adulta.
  • Varie o cardápio – apresente diferentes alimentos para o seu filho, e estimule a experimentação. Não desista na primeira recusa! É preciso que ele prove um alimento mais de uma vez, pois o paladar precisa se acostumar ao sabor. Ofereça o mesmo alimento preparado de formas diferentes.
  • Inclua a criança sempre que possível na preparação – converse sobre o cardápio do dia com ela e leve sua opinião em conta. Quando possível, deixe que participe também da escolha dos ingredientes no mercado. Ao preparar a comida, peça ajuda para lavar os legumes, misturar alguns ingredientes e outras atividades que sejam mais seguras.
  • Use e abuse de outras ferramentas divertidas – é possível encontrar livros de histórias, músicas, poemas, desenhos educativos e brincadeiras que estimulam o contato das crianças com os alimentos. Outra ideia bem bacana é preparar frutas e refeições com formatos divertidos, lembrando figuras ou personagens. Basta usar a imaginação!
  • Evite oferecer industrializados com frequência – geralmente, eles são adicionados de grandes quantidades de gorduras, conservantes, sal e açúcar refinados. Diversos estudos têm relacionado o consumo excessivo destes componentes ao desenvolvimento de diversas complicações a longo prazo, como a obesidade. A introdução do açúcar na alimentação, por exemplo, só é recomendada após os 2 anos de idade, e de forma moderada (leia mais sobre este assunto neste outro post!).

Acompanhamento profissional

Lembrando que também é muito importante manter o acompanhamento da dieta das crianças com pediatras e nutricionistas, para garantir que ela receba todos os nutrientes necessários e cresça de forma saudável e feliz.

BORTOLINI, Gisele Ana. “Consumo alimentar entre crianças brasileiras com idade de 6 a 59 meses”. NUNES, Emília. BREDA, João. “Manual para uma alimentação saudável em jardins de infância”.BRITES, Clay. “Qual a importância da alimentação no desenvolvimento infantil?”. BERARDI, Gisele Silveira. “Vamos falar sobre alimentação infantil?”.

MAIS VISUALIZADOS

Posts Relacionados

0
    0
    Seu carrinho
    Seu carrinho está vazioVoltar a loja